Related Posts with Thumbnails

Buscando intimidade com o Senhor – Parte III





Lembre-se que o amor pelos outros vem pelo transbordar do amor de Deus, ninguém conseguirá amar verdadeiramente o outro se o amor por Deus não vier em primeiro lugar.


Em Ap. 2:2-3. Diz assim:
 Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. 
E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste.

Vejamos que as palavras do nosso Senhor Jesus dirigidas a igreja de Eféso começa ressaltando o trabalho daquela da igreja. Quer dizer, se entrássemos naquela igreja, provavelmente veríamos uma igreja cheia, as pessoas trabalhando, estudando a Bíblia para ver se aqueles que realmente se diziam apóstolos eram de fato, a equipe de louvor cantando maravilhosamente bem, seria aquela igreja que certamente nós diríamos: “Está aí uma igreja que eu quero fazer parte, uma igreja atuante”. Mas vejamos os versículos 4 e 5:

Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. 
Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.

O Senhor olhou, não para as obras, mas para o coração daquela igreja que tinha ocupado suas mãos em realizar tantas coisas mas haviam perdido seus corações. Amar a Deus de todo coração, não é algo simples, na realidade é um verdadeiro desafio! Principalmente nos dias de hoje onde a correria do dia-a-dia parece que nos faz ficar longe do Senhor até mesmo por conta do nosso próprio eu, inclinado a se desviar.
Atentemos para o fato de que o problema não residia no fato de estarem realizando muitas obras para o reino de Deus, mas na intenção de cada coração presente naquela igreja. A Bíblia não fala qual a intenção do coração dos irmãos em Éfeso, provavelmente seria para agradar o seu próprio Eu, para mostrar-se ao outro as habilidades e/ou dons recebidos, ou talvez até mesmo pensassem estar agradando a Deus, mas a advertência deixa claro que o primeiro amor, o amor por Deus e consequentemente para os irmãos havia se esfriado.


Mas Jesus além do elogio e da grave crítica realizada, faz uma advertência para aquela igreja que serve para as nossas vidas:



A primeira advertência é: lembre-se de onde caíste (...) A nossa tendência, como já foi dito é o desvio do caminho certo. Portanto, nós precisamos nos lembrar como isso tem acontecido em nossas vidas.

Quando eu comecei a buscar uma intimidade maior com Deus, eu percebi que uma das razões que me levaram a não buscar a Deus como antigamente era que eu estava dando prioridade a outras coisas que não a Ele. O meu estudo, principalmente, estava ocupando todo o meu tempo livre, como só falta um ano para eu me formar eu comecei a fazer concursos, estudar para a graduação e ainda estava fazendo um projeto para o meu estágio. Quer dizer, eu estava com tantas atividades que não tinha tempo suficiente para buscar o meu Deus e aí eu comecei lentamente, sem perceber, a não buscar a Deus com aquela intensidade que eu buscava.
Então eu comecei a orar por uma maior intimidade com Deus, eu me lembrei que uma das razões para o meu afastamento eram as coisas que eu estava dando prioridade. Não que elas não fossem legítimas, porque o estudo na vida de uma pessoa é extremamente importante, mas o problema se constituiu quando eu deixei de buscar a Deus para me focar somente nisto.
Então eu quero que você também pense naquilo que pode estar tirando a prioridade de Deus sobre a sua vida, será que é o estudo como no meu caso? Será que é um relacionamento (namoro, por ex.)? Será que é o seu trabalho? Eu não sei, mas deixe Deus falar no seu coração, neste momento. Procure lembrar-se o que é.
O segundo passo para a restauração do teu relacionamento com Deus é o arrependimento. Então depois de você se lembrar das coisas que você tem colocado à frente de Deus você precisa se arrepender desse procedimento e ter o desejo em seu coração de mudar esse procedimento. Portanto, o arrependimento é muito mais do que um simples sentimento de culpa. Essa palavra significa ir além da culpa até alcançar a transformação.
E o terceiro passo apontado por Jesus para aquela igreja é a prática das primeiras obras. É necessário fazer uma ressalva, atente que Jesus diz essas palavras: pratique as primeiras obras não para uma igreja preguiçosa e inativa, muito pelo contrário, vimos que eles eram muito ativos por sinal. O problema é que tudo o que eles faziam, todo o trabalho empreendido em Nome do Senhor era vazio. Tinham se tornado como um casamento sem amor, com toda a rotina, mas sem amor verdadeiro.
Nós devemos pensar se não estamos agindo semelhantemente a esta igreja, de repente você está indo a todos os cultos, trabalhando mas e o seu coração para com Deus, como está? Porque você pode estar servindo a Deus com energia e fidelidade, mas ter deixado o primeiro amor por estar tão ocupado fazendo as coisas certas.
Mas você pode me questionar: “Mas eu vou a igreja e faço tudo o que está ao meu alcance porque eu amo a Jesus” Bem, você realmente serve ao Senhor porque o ama, mas simplesmente deixou de lado a alegria e a intimidade com Cristo. Você está tão ocupado com suas tarefas que não parou para ouvir aquilo que o Mestre quer falar com você.
Ele deseja que você mude o foco das coisas que vem fazendo agora para fazer aquilo que fazia no princípio. Lembre-se: “viver para Jesus não é apenas o que você faz por Ele, mas mais importante que isso é o que Ele faz em você e através de você à medida que você se rende a Ele em resposta ao seu amor.” (p.60)
E quando você estiver completamente aos pés do Mestre, você terá maior compaixão pelos outros e eles serão atraídos a você, as pessoas verão a luz de Cristo reluzindo através da tua vida. Uma vez perguntaram a Charles Wesley por que as pessoas eram atraídas magneticamente a ele onde quer que fosse. Wesley respondeu: “Quando você ateia fogo em si mesmo, as pessoas sentem prazer em vir observar você queimar”. Aqueles que estão ao seu redor verão o fogo espiritual, o “primeiro amor”, dentro de você, e eles serão motivados e inspirados pelo seu exemplo.
Mesmo que nós sejamos inclinados a nos desviar diariamente, devido a nossa natureza carnal, devemos orar para que jamais deixemos o nosso primeiro amor. E se você,  estiver pensando: Eu gostaria de buscar a Deus, mas de que maneira posso desenvolver e manter um relacionamento com o Senhor?
Aguarde a próxima publicação e veja o que fazer…


Reflitam nisso!


Fabiane Agapito.

1 comentários:

Graça e Paz do Senhor!

ESTOU SEGUINDO SEU BLOG. ELE É UMA BENÇÃO.

UNISBE - União de seguidores de blogs evangélicos informa


Começou a campanha: Seguir e ser seguido!
O objetivo é que cada blog participante alcance 100 novos seguidores para si.
Siga o meu blog!

Titulo do blog: Eu Sou o Mensageiro!
Endereço: http://aureliomcgomes.blogspot.com/

Você vai ter 100 novos seguidores no seu blog em um mês.

Obs.: Copie esse comentário, coloque nele o titulo e o endereço do seu blog no lugar do meu, e envie-o para seus amigos!

E SE VOCÊ JÁ É UM SEGUIDOR, MUITO OBRIGADO PELO CARINHO, CONTINUE VISITANDO E DEIXANDO SEU RECADINHO E SUGESTÕES.

Conto com você. Seja um seguidor, deixe seu COMENTARIO. Sei que posso contar com seu apoio!Link: http://aureliomcgomes.blogspot.com/ ESTOU SEGUINDO O SEU BLOG.

OBRIGADO PELA ATENÇÃO AS PALAVRAS DESTE HUMILDE SERVO DO DEUS ALTÍSSIMO!

24 de outubro de 2009 18:23  

Postar um comentário